terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Guia Prático - BOM RETIRO

Aprendi com a minha mãe e a minha tia/madrinha, há muitos anos atrás, como procurar e fazer boas compras no bairro Bom Retiro.

Lá você encontra muitas lojas/confecções, que vendem varejo a preço de atacado, ou pelo menos muito mais barato que em lojas de shopping.
Muitas lojas de shopping e boutiques de bairro, compram no Bom Retiro e revendem a preços muito mais caros.
Já vi o MESMO vestido (com etiqueta da confecção igual e tudo) de R$60,00 no Bom Retiro, por R$200,00 em uma loja do shopping.

Isso não é segredo para muitas pessoas, mas então porque ainda preferem pagar mais caro no shopping?

A resposta é simples: - Ar condicionado, estacionamento próximo, ausência de sol/chuva, praticidade e bem menos lotado.

Existem pessoas que se aventuram a ir ao Bom Retiro e voltam de lá com as mãos abanando, dizendo que não encontraram nada.

Impossível.

O Bom Retiro tem roupas para quase todos os gostos e bolsos. Se você encontra roupas que te agradam no shopping, vai encontrar lá também. É só questão de saber procurar e ter paciência.

Dicas Importantes :



  • Ir ao Bom Retiro, é um teste de nervos e paciência e você precisa estar preparado pra isso.

  • As lojas costumam vender apenas em atacado durante a semana e 95% delas vendem a varejo no sábado.
  • Chegue cedo, por volta das 9:00hrs as lojas começam a abrir e por volta de 12:00hrs a maioria já esta fechando as portas.
  • O vestuário é importante.Use calçados confortáveis, pois o percurso é longo.
  • Use calças justas, como leggings e blusas justas ou tops de ginástica por baixo. A maioria das lojas não tem provadores, mas muitas delas permitem que você prove as peças por cima de suas roupas, bem ali no meio da loja. Então, estar com uma roupa justa, facilita pra ver o caimento das peças que você esta provando por cima.

O que fazer se não posso provar uma peça que gostei?


Você tem 2 opções:

  • Leve uma fita métrica com você. Você pode medir a peça e medir sua circunferência do quadril, por exemplo. É o suficiente pra saber se servirá.

Claro que isso não ajuda a saber sobre o caimento da peça, então use a opção 2.

  • Na rua José Paulino, existe uma galeria com restaurantes e banheiros. Eles cobram 1 real pelo uso do banheiro, que é limpo , grande e com espelhos. Lá você pode provar suas compras e se algo não ficar bom, você imediatamente volta na loja e efetua a troca.


Dinheiro

A melhor opção é dinheiro vivo. Saque uns R$300,00 e seja feliz.
Algumas lojas, ainda vivem no período das trevas e só aceitam dinheiro ou cheque (quem ainda usa isso?), principalmente as lojas que vendem roupas mais baratinhas.
A maioria das lojas já acordaram para a realidade do cartão de débito e algumas poucas começaram a aceitar crédito.
Se chegou lá e percebeu que não levou dinheiro suficiente, existem caixas 24horas por lá, é só perguntar.


Estilos de Roupas

No Bom Retiro, é possível encontrar uma variedade de estilos.

A maioria das lojas, segue a tendência da estação. Se por exemplo, as cores do próximo verão (assim como foi no fim de 2014) eram verdes, pinks,laranjas e amarelos, estampas florais e tropicais.

Estampas Tropicais Verão 2014/2015

Então você vai encontrar muitas lojas vendendo coisas parecidas. Mas não se engane, isso é o carro chefe. Dentro da loja, você pode encontrar peças bem diferentes do que o exposto na vitrine, por isso vale a pena entrar rapidamente na maioria das lojas e dar uma olhada rápida nas araras, dá pra encontrar grandes achados.

Em geral , os estilos de roupas mais vendidos lá são:
Moda Feminina em geral, Moda Evangélica, Vestidos de Festas, Tendências da Estação (Formais e Informais),  Roupas Sociais (para trabalhar, tipo escritório) e lojas de bolsas e acessórios.
Claro, que existem lojas de lingerie, moda plus size, moda praia, moda fitness, moda infantil, moda masculina, lojas de bijuterias e lojas de calçados. Mas não com a mesma relevância e quantidade.


Melhores dias de compras

A maior reclamação de todo mundo, é a quantidade de pessoas e sacoleiras que tornam o ambiente difícil de se locomover.
Fim e início de mês são as piores épocas.
Fim, porque sacoleiras e logistas estão comprando para repor seus estoques e o início do mês, que  fica lotado de pessoas que receberam seus salários.
Claro que em contra-partida, essas são as épocas em que você encontra as melhores peças para comprar.
Então você tem que escolher entre tranquilidade pra andar ou mais opções de modelos/tamanhos disponíveis.


Como se localizar

O Bom retiro é composto pela Rua José Paulino (rua principal), Rua da Graça, Rua dos Italianos , Rua Silva Pinto, Rua Júlio conceição e ruelas horizontais por onde só transitam pessoas a pé.
É possível chegar de carro, ônibus ou trem.
A estação de trem LUZ, fica bem no início da Rua José Paulino.
Começando por aí, as lojas iniciais são em sua maioria de moda Evangélica e roupas femininas em geral.

**Opinião pessoal:Considero esta uma área cara e com qualidade inferior.
Por ser muito próximo da entrada do Bom Retiro, muitas pessoas começam a andar por ali e desanimam logo nos 2 primeiros quarteirões. Mas keep going, o melhor esta por vir.

Do terceiro quarteirão em diante, a coisa começa a melhorar.
Nessa área você encontra muitos lojas especializadas em vestidos de Festa. Destaque pessoal para loja Ellouva, que fica no número 682 e a MKL, no número 684. Nelas é possível provar os vestidos, parcelar no cartão e ter bons descontos no pagamento a vista com dinheiro.

Último vestido que comprei na MKL


A partir destes quarteirões também são fortes em tendências da estação.
Você vai encontrar muitas vitrines bem parecidas.

Vale a pena entrar nas ruelas paralelas que eles chamam de Galerias.
Em sua maioria são pequenas lojas de confecção própria. Durante a semana, só vendem atacado, mas no fim de semana, eles vendem varejo e colocam muitas peças em bancas, do lado de fora das lojas.

Vale a pena garimpar, pois o preço é muito baixo. Peças de R$20, R$10 e até de R$5!!
Olhe com cuidado pois algumas possuem pequenos defeitos e não podem ser trocadas.
As vezes o defeito é um fiozinho puxado, uma manchinha que se você lavar ,provavelmente vai sair ou um botão que precisa ser reposto.
Mesmo as com pequenos defeitos,valem a pena pelo preço. O problema é ter que garimpar, porque não é garantido que encontre todos os tamanhos e/ou cores disponíveis.

Nessa área a maioria das lojinhas só aceita dinheiro vivo.
Isso esta mudando aos poucos, algumas já aceitam débito.

Nestas lojinhas não é permitido provar, as vezes deixam provar por cima da sua roupa.
Importante também é se atentar no tamanho, pois as confecções são em sua maioria asiáticas e eles são muito menores que nós. As vezes o P é muuuuuito P,rsrs
Vale a pena colocar a peça pelo menos na frente do corpo.

Do meio pra frente da José Paulino, indo até a Rua Júlio Conceição, o foco são tendências da estação e Roupas Sociais.
Terninhos, saia lápis, casaquinhos, camisas, calças de linho, de oxford, conjuntos, spencers e Blazers.
Você encontra desde as mais baratinhas de materias com menos qualidade e com acabamento inferior (sem forro), até conjuntos de blazer e saia de linho, super elegantes e bem cortados.



As roupas de tendência da estação do fim da rua José Paulino também são mais caras, porém com melhor acabamento.
No fim da rua José Paulino estão as 2 maiores lojas de roupas masculinas (e infelizmente você não vai a encontrar muitas outras ao longo do caminho), que são a UMEM e a BIOTWO.

Como costumo fazer:

Vou de carro, pela Marginal Tietê e entro pela rua Anhaia, estaciono próximo ao cruzamento da rua Júlio Conceição.
Começo a andar no Bom Retiro assim, do "fim pro começo".
Gosto muito das lojas da Júlio Conceição para comprar roupas mais socias, para trabalhar.
Se estou buscando vestidos de festa, além das lojas que citei acima ,que ficam no 3° e 4° quarteirão; a paralela Rua do Italianos também tem boas opções de vestidos finos.
Depois disso, sigo para José Paulino.
Muitas vezes nem chego a andar a rua toda, já encontro o que quero/preciso  (ou o dinheiro acaba), indo até a metade do caminho.

Gosto de garimpar as bancas das galerias, sempre tem uns achados. Já comprei vestido de festa lindo, por R$30,00!! Isso mesmo, TRINTA REAIS. Ele era o último, só tinha aquela cor e aquele tamanho. Não pude provar, comprei no escuro e me surpreendi quando cheguei em casa e ele caiu como uma luva.

Para mim, vale super a pena ir gastar a sola do sapato por lá.
Claro que não tem a mesma comodidade  e glamour do shopping, porém com o preço de uma peça de loja de grife, você compra 3 peças no Bom Retiro.


Então as dicas são essas, se prepare, deixe o preconceito de lado e boas compras. =)





2 comentários:

  1. Oi Thais! Não sou de SP, mas já fiz compras no Brás algumas vezes, mas sinto falta de umas peças melhores, mais bonitas, por isso gostaria de ir ao Bom Retiro. Porém, alguns conhecidos que já foram, dizem que as coisas são muito caras, é verdade? Claro que serão mesmo mais caras que no Brás, pois são de mais qualidade, mas é um preço muito alto?

    ResponderExcluir
  2. Oi Thais! Sou do RJ e vou a São Paulo em Novembro e com certeza vou no Bom Retiro fazer umas comprinhas. Mas agora li no seu post que as lojas só vendem no varejo nos sábados. São todas as lojas assim? Pois vou durante a semana, E qual a média dos valores para roupas casuais?

    ResponderExcluir