quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Exame para o terceiro ano de Ballet Cubano #medo

Dia 30 de setembro, acontecerá um simulado do exame para o terceiro ano de ballet cubano.


O dia fatídico da minha vida.

Estou aterrorizada com a proximidade da data.

A título de esclarecimento, o método cubano (que eu estudo) foi um método desenvolvido especialmente para o povo latino, respeitando seus corpos curvilíneos, a limitação do alongamento e a sua força e agilidade diferenciada; tudo isso num método de evolução rápida.

Tão rápido que meninas que estão no segundo ano do método cubano conseguem ser aceitas em outras escolas de outros métodos, em turmas até do quinto ano.

Toda essa rapidez tem seu preço.

Ou você acompanha ou você se perde.

É como aprender os números, depois aprender a somar, então a multiplicar e depois a exponenciar, ou seja, se você perde uma parte você não acompanha o restante, pois você perde a dinâmica.

E no ballet cubano idem.

Eu tenho dificuldades de base que refletem agora, pois eu não as trabalhei o suficiente.

Meu pé que prona pra dentro é um dos piores, aí descubro também que minha perna esquerda é 3 vezes mais en dedans que a direita que em contrapartida é muito en dehors. Com isso minha quinta posição não fecha, deixando tendus e jetés frouxos caso eu insista em me "arrumar" pra fechar a quinta.

Eu cheguei a pensar que estava piorando, porém ouvi da minha professora que não, o que esta acontecendo é que estou criando mais consciência corporal e a cada coisa que eu arrumo, percebo que outras também estavam sendo feitas de forma errada ou mal feitas por conta desta primeira.E isso é cíclico, então na verdade é progresso.

Ok, vou acreditar, rs

Mas a questão é que dia 30 teremos um simulado do exame, que será efetuado por uma coreografa/professora super exigente, uma das precursoras do método cubano no Brasil, Marly Zavar.

Ela irá nos avaliar e nos dizer no que precisamos focar até o ínicio do ano que vem para sermos aprovadas para o terceiro ano.

Só pra dar uma idéia, o mínimo exigido é uma pirueta DULPA ,limpa e perfeita.

E eu tenho "dias" para a pirueta, tem dias que a dupla sai fácil, rápida e limpa e tem dias que é um desastre completo.

Enfim, os próximos dias serão de puro estresse até dia 30.Estou fazendo aula todos os dias pra ver se minha situação melhora.

Ando parecendo um zumbi durante o dia, de tanto cansaço físico....

Mas vai valer a pena, tem que valer!!!rs

Bjs

sábado, 18 de setembro de 2010

Unhas da Semana - Special

Estava com saudades de postar sobre minhas unhas,rsrs
Estou muito feliz porque o lugar onde eu trabalho é um pouco moderninho e isso inclui o vestimento dos funcionários, o que eu achei ótimo! Principalmente porque vou poder continuar inovando nos meus esmaltes sem chocar ninguém,rsrsr
O desta semana é super Fofo, chama-se Special, da marca Eliana, ele é da linha Fashion Chrome.
Apenas 1 camada e o resultado é lindo, yes, apenas 1, umazinha e todo essa cobertura!

Comprei outras cores dele e com o tempo vou testando e mostrando.
Estou me sentindo muito Barbie com esse esmalte,rsrsr


Bjssssssss

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Em busca da Ponta Perfeita

Eu não sei mais o que posso culpar ou a quem culpar...rsrs


Eu só sei que esta um parto achar uma boa ponta.

Meus dedos são fracos, não curvam a ponta da sapatilha, porém a minha sola tem uma força descomunal... Quebro a ponta só de subir....Até a Toshie reforçada não deu conta...

Eu havia a-ma-do à Toshie normal, tem uma gáspea alta, firme, uma base larga que permite um equilíbrio enorme, ok, ela não deixa a estética muito bonita, principalmente pra mim que tenho pouco colo, porém era uma delícia... mas o sonho durou pouco e em menos de 2 meses eu já estava virando o pé várias vezes na aula e não é por ter o tornozelo fraco e sim porque ela já tinha virado , como diz minha amiga: um chinelo” de tão quebrada....

Comprei a reforçada... Apertou horrores minha joanete, porém era mais dura, mas....menos de 7 aulas e ela já esta abrindo o bico também....sinto como se a sola fosse partir ao meio e entrar no meio do meu pé...uma dor horrível que me gera câimbras.



Hoje fui a uma loja da capézio e expliquei a minha situação, disse que estava aberta sugestões e comprar qualquer uma que fosse razoável.

Experimentei uma contempora I, de gáspea média... pareceu boa, porém a moça da loja não me deixou subir na ponta e testá-la.

Quando cheguei ao escritório, fui testá-la de verdade... ai que decepção...outro “chinelo”....mole igual um papel....

Mais R$50,00 jogados no lixo...

O maior problema é que quando eu subo na ponta, meu pé curva muuuuito e passa do ponto, acabo pisando mais pra frente da base da sapatilha e quando a bendita fica com a sola mais mole, eu não consigo mais ficar em pé nela...

Ponta da Esquerda: Ponta nova Contempora I da Capézio
Ponta da Direita: Ponta velha Toshie Reforçada da Só Dança
Sei lá se o problema sou eu, se eu que não sei controlar o meu pé, meu peso ou se a culpa é da sapatilha...

Bem, caso alguém tenha uma sugestão de ponta, baseado na descrição da minha situação, por favor, me digam,estou topando qualquer negócio!!

Bjs

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Dupla Pirueta !!!E de esquerda!

Temos urgentemente que parar com essa mania de praguejar contra o pobre lado esquerdo do corpo, rs



Exercícios de centro, barra e diagonal sempre são acompanhados de lamúrias quando se ouve a célebre frase da professora: - Agora de esquerda!



Só se ouve uns zumbidos: ´"Há não... de esquerda não....", "Odeio fazer de esquerda", "De esquerda nunca sai...".



Enfim, precisamos parar com isso! Acabamos nos condicionando a pensar que a pobre perna esquerda é ruim e ela realmente fica!



Se você pensar bem, quando uma pirueta de direita sai bonita é porque a perna de base foi a esquerda e ela fez o trabalho dela.



Foi meio que no susto, mas dia 28/08 eu tirei uma dupla limpíssima, passé alto, en dehors, cabeça rápida e o melhor DE ESQUERDA!!!Sim, nem eu acreditei!



Acho que foi um momento de confiança, sei lá, só me lembro de estar segura e simplesmente saiu.



No ballet Cubano (método que eu faço) ,pirueta dupla de direita e esquerda são obrigatórias para se passar para o terceiro ano e dezembro será o teste.



Quando penso nisso, o espetáculo de novembro nem parece tão apavorante, rsrs.



Mas para ser sincera, não vejo a hora de voltar a fazer fouettés, coisa que eu fazia quando era adolescente.



Mas....tudo a seu tempo ;)

 tempo!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Shame....

Vim para me desculpar... a displicência em pessoa, mais uma vez abandonei o blog....


Nem vou ter coragem de dizer que foi pela última vez, porque claro, vai ser mentira.

Enfim, estou aqui de volta.

Muita coisa pra contar, acho melhor até dividir este post em vários pra me lembrar de tudo.

A princípio meu novo emprego...

Quem diria, achei um bom lugar finalmente.

O serviço que eu faço é algo do qual eu entendo, mas que me propõe desafios diários, isso faz com que eu não entre em desespero e nem caia na monotonia.

Os funcionários são um capítulo a parte, apenas jovens (nada contra as pessoas mais “rodadas”), gente com idéias e cabeça aberta.

Quando conto que faço ballet, não recebo olhares de reprovação em troca, como já recebi em muitos lugares, muito pelo contrário, as pessoas questionam com interesse, por não ser algo comum; sem contar que respeitam meus horários de aula.

Sou responsável pelo meu trabalho, independente se tenho que sair cedo hoje ou mais tarde amanhã, o que importa é que ele seja bem feito; sem regras ou repressões.

Enfim, poderia ficar horas descrevendo a minha “lua de mel” profissional, mas não é o foco, apenas quero expressar o quanto estou feliz por ter encontrado um lugar no qual eu me encaixo e que permite que eu me dedique ao ballet da forma que gosto, ou seja, exageradamente, rsrs